PRODUTOS E SERVIÇOS FINANCEIROS: PARE DE DAR DINHEIRO PARA O BANCO!

Empréstimo em contas-corrente.

Crédito pessoal.

Cheque especial.

Previdência privada.

Título de capitalização.

Seguro do cartão de débito.

Seguro do cartão de crédito.

Consórcio para “poupar”.

Não, minha empresa não virou banco e não estou oferecendo esses serviços, mas qualquer ida à agência bancária mais próxima de você, seja para fazer um mero depósito na “boca do caixa” não acontece sem você ter que ouvir pelo menos uma dessas “ofertas imperdíveis”.

E se isso acontece é porque tem gente que compra esses produtos.

Sim, produtos financeiros.

E aí você está com pressa e diz que “agora não” e escuta um clássico: “Mas isso vai ajudar a melhorar a sua relação com o banco”.

SUA RELAÇÃO COM O BANCO…

Que relação??

Você, eu, nós somos clientes e quem deveria se preocupar com a relação é o prestador de serviços e não o cliente!

Mas como vivemos no país do contra, e o índice de alfabetização – não só a financeira – é alto, somos bombardeados com ofertas de produtos e serviços incríveis – só que não! – e um monte de gente vai e aceita.

E vive para dar dinheiro ao banco!

Se você não quer ser mais um que cai nessas armadilhas, confira nesse artigo o que são produtos e serviços financeiros,  seus problemas e o que fazer para fugir dessa cilada.

 

O QUE SÃO?

 

Na prática, são ofertas realizadas por bancos, seguradoras e corretoras financeiras de produtos e serviços como os que foram listados no início desse post.

Normalmente os funcionários dessas instituições possuem metas bem agressivas a realizar no mês e para cumpri-las acabam muitas vezes insistindo em oferecer aos clientes o que já possuímos e/ou o que não precisamos: aumentar o limite do seu cheque especial, cartão de crédito adicional, etc.

E muitas vezes essas ofertas parecem ser tentadoras não é mesmo?

Mas dependendo da sua situação financeira, da sua relação com o dinheiro esses produtos e serviços poderão ser um problema para você.

 

PROBLEMAS

 

Podem ser vários mas os mais comuns são:

  • Custos: todos esses produtos possuem algum custo, sejam taxas, anuidades, etc.
  • Quando são vendidos como tipos de investimento, geralmente são de baixo retorno isso quando não te dão algum tipo de prejuízo.
  • Burocracia: na venda, quando você questiona sobre cancelamento, dizem que rápido simples e prático, mas na hora que você precisar cancelar…

 

ENTÃO TODOS PRODUTOS E SERVIÇOS SÃO RUINS?

 

Não necessariamente, tudo isso vai depender da oferta, do produto/serviço e do seu perfil.

Mas tenha em mente que: banco nunca vai perder dinheiro, então desconfie sempre de qualquer proposta.

E na dúvida, lembre-se que você é a melhor pessoa para cuidar do seu dinheiro.

 

E O QUE FAZER?

 

Se você possui algum produto/serviço bancário que não utilize, cancele imediatamente.

Se está inseguro a respeito do que possui, releia o contrato (se não possui, solicite urgente!!!).

Se acredita que está sendo perturbado com constante ligações e convites para “atualizar seus dados cadastrais” já caí muito nessa, reclame na ouvidoria do banco e caso não resolvam procure órgãos como o Procon.

Quer reduzir todos os gastos, saiba que você tem direito a ter uma conta corrente gratuita – veja aqui como.

 

GOSTOU DESSE POST? ENTÃO SE CADASTRE NA LISTA VIP E NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE!